Coronavírus:
o impacto para consumidores e negócios

Um relatório preliminar sobre o COVID-19 e suas implicações

NOTAS PRELIMINARES

Este relatório baseia-se no China Beats, uma solução que utiliza a interpretação de dados para obter insights sobre o mercado chinês, e também na análise das buscas no Google e dados das mídias sociais em vários países europeus.

Ele destaca o impacto atual do COVID-19 e fornece informações embasadas em dados sobre o seu efeito no comportamento dos consumidores e negócios.

Contate-nos para maiores informações

Este relatório não tem nenhuma intenção de desviar a atenção do fato que o surto de coronavírus é, antes de tudo, uma tragédia humana que está afetando centenas de milhares de pessoas.

Em virtude da rápida evolução das circunstâncias, por favor observe que esta página reflete os dados coletados até o dia 9 de Março de 2020.

CONTATE-NOS

Antes de preencher o cadastro, por favor, leia o Aviso de Privacidade, nos termos do art. 13 do Regulamento da UE n.º 679/2016

Entrada inválida
Entrada inválida
Entrada inválida
Entrada inválida
Entrada inválida
Entrada inválida
Entrada inválida

Privacy


Declaro que li a Política de Privacidade e autorizo o processamento de meus dados pessoais para fins de marketing pela Reply SpA, em particular para o envio de comunicações promocionais e comerciais ou para o informar sobre eventos corporativos ou webinars, com métodos de contato automatizados (ex.: SMS, MMS, fax, e-mail e aplicativos web) e tradicionais (Ex.: telefonemas com operadora e correio tradicional).

COVID-19 ALTERA O COMPORTAMENTO DOS CONSUMIDORES

O surto do vírus COVID-19 teve um grande impacto na vida diária e no comportamento dos consumidores na China. No início de março a epidemia atingiu o seu pico na China, o que resultou no bloqueio de cidades e regiões com uma população total de 500 milhões de habitantes em quarentena e em uma queda na produção.

Apesar do impacto negativo nos âmbitos social e econômico, o surto levou a um rápido ajuste no comportamento da população – do medo à ação, para lidar com uma situação inesperada – e a uma mudança nas atividades diárias, de “offline” para “online”.

Atualmente, a contaminação pelo COVID-19 está começando a estagnar na China. Portanto, as primeiras conclusões sobre seus efeitos podem ser tiradas e servem como uma previsão para os acontecimentos na Europa. Utilizando a ferramenta China Beats, a Reply está apta a fornecer insights embasados em dados sobre os atuais desenvolvimentos de mercado relacionados ao comportamento dos consumidores chineses.

LIÇÕES DA CHINA

A situação muda diariamente na Europa, com o número de casos em constante aumento. Uma das primeiras e mais significantes lições que podem ser aprendidas a partir dos acontecimentos na China é que as empresas com forte presença digital estão muito bem posicionadas para responder à mudança de comportamento do consumidor – são empresas que rapidamente asseguraram um posto à frente dos seus maiores competidores.

Foco NA China

A vida diária sofreu um impacto significante na China, uma vez que 500 milhões de habitantes, a maioria localizada na província de Hubei, está em quarentena desde 23 de Janeiro.

48 cidades e 4 províncias em quarentena

O COVID-19 fez a China colocar suas mega-cidades em quarentena.

Os índice de produção descem a 35.7

Em Janeiro, que incluiu o feriado prolongado do Ano Novo Lunar, o índice ficou em 50 (de 100, com um valor abaixo de 50 indicando um declínio).

Redução significante do NO2 sobre a China

São consideradas como causas: as quarentenas, a queda em produção industrial e o baixo número de deslocamentos graças ao Ano Novo Lunar.

Fonte: WHO Novel Coronavirus Situation dashboard ; data up to date as of 17.30pm 06/03/2020; https://experience.arcgis.com/experience/685d0ace521648f8a5beeeee1b9125cd

CONSUMIDORES CHINESES OPTAM POR COMPRAS ONLINE

Ao invés de reduzir os gastos, os hábitos de consumo se alteraram.Os consumidores chineses trocaram as atividades “offline” pelo e-comércio. Isto traz alívio à economia e abre o caminho para uma rápida recuperação.

Demand decreased

Demand increased

Diminuição devido à epidemia

Sem alteração

Aumento devido à epidemia

Fonte: Kantar Cross industry view on the impact of COVID in China: https://www.kantar.com/Inspiration/Retail/A-cross-industry-view-on-the-impact-of-COVID

NÃO É APENAS O E-COMÉRCIO QUE MUDA…

Além do incremento no e-comércio, os consumidores chineses também alteraram seus hábitos em outras áreas – nem todas no mundo digital.

entretenimento

Mais jogos online / portáteis

Muitos dos chineses confinados em casa optaram pelo entretenimento online, tal como os jogos. A Apple viu um crescimento no número de downloads de games, chegando a 222 milhões na semana de 02 de fevereiro, incluindo o jogo online “Honor of Kings”, que atingiu um novo pico em termos de média de usuários.

TRABALHO REMOTO

ALTA DEMANDA POR FERRAMENTAS DE TRABALHO oNLINE

O significativo aumento da demanda por ferramentas de trabalho digitais chinesas colocou em teste a capacidade das redes. O aplicativo “Ding Talk” experimentou um volume de acessos jamais visto, saltando da quadragésima para terceira posição entre os downloads de Apps para IOS gratuitos na China. O “WeChat Work” também viu seu uso multiplicar 10 vezes desde o dia 10 de fevereiro.

MobiliDADE

Ressurgimento das bicicletas compartilhadas

Com o transporte público limitado em muitas áreas urbanas, os esquemas “Mobike” e “Hellobike” reportaram um aumento no número de viagens para hospitais, supermercados e mercados (5%), bem como a triplicação dos deslocamentos com mais de 3km. É pouco provável que este ganho seja mantido após a epidemia, quando o transporte público retornar ao normal.

A IMPORTÂNCIA DA JORNADA DE UM CONSUMIDOR digital

INDÚSTRIA AUTOMOTIVA NA china: TENDÊNCIAS & Players

Desde o início do Ano Novo Lunar, a “Busca” e o “Buzz Social” diminuíram – uma queda típica para esta época do ano, porém ambos fatores se mantiveram baixos durante todo o período de férias.

A industria automotiva tomou um baque com a ausência de consumidores nas consessionárias. O número de vendas caiu 92% durante a primeira metade de fevereiro.

Os fabricantes que já possuem uma grande presença digital, permitindo que seus consumidores vejam, personalizem e encomendem seus carros online, estão colhendo as recompensas por seus showrooms digitais - a Tesla continua sendo a marca mais procurada, mas marcas com melhores lojas virtuais, como a Baic Bjev e a Jetour, estão ganhando mercado.

Em apenas poucos dias, as duas marcas conseguiram assegurar um lugar entre os Top 5 players em termos de volume de busca, substituindo a Toyota e a Honda no terceiro e quarto posto respectivamente.

AJetour atraiu uma atenção especial no dia 27 de fevereiro de 2020, ao fazer, nas principais plataformas chinesas, uma transmissão ao vivo da desmontagem do novo JietuX96.

TOP PLAYERS PRÉ-COVID-19*

1

1.88M
vol
busca

2

1.51M
vol
busca

3

1.27M
vol
busca

4

1.23M
vol
busca

5

1.13M
vol
busca

*01 Dezembro 2019 – 15 Janeiro 2020

TOP PLAYERS DURANTE COVID-19**

1

1.73M
vol
busca

2

1.15M
vol
busca

3

1.10M
vol
busca

4

1.07M
vol
busca

5

1.07M
vol
busca

**16 Janeiro 2020 – 29 Fevereiro 2020

Foco NA EUROPA

No início de Março, enquanto novas infecções estão diminuindo bruscamente na China, o número de casos na Europa está apenas começando a ganhar velocidade – a única vantagem é que a Europa tem a oportunidade de aprender a partir dos acontecimentos na China.

A Itália é o primeiro país em quarentena total

enquanto o COVID-19 se espalha extremamente rápido.

Plano de Emergência de 25 Bilhões de Euros

A UE planeja alocar 25 bilhões de euros para combater a epidemia e suas consequências econômicas.

A maioria do países europeus são afetados

Até o dia 11 de Março de 2020, cada país europeu, com exceção de Kosovo e Montenegro, já havia reportado ao menos um caso de COVID-19.

UM CLOSE-UP NA ITÁLIA

Leia nosso relatório especial e saiba mais sobre a situação da pandemia na Itália. O relatório enfoca as mudanças ocorridas nas prioridades de vida, as questões práticas da vida em quarentena e o aumento de atos de solidariedade.

Leia o relatório

A EUROPA ENTRE A AnSieDADE E A aÇÃO

A primeira reação a ameaças sanitárias como o COVID-19 é normalmente pânico e ansiedade. À medida em que o tempo passa, a população começa a se voltar para medidas preventivas. Estas ações refletem a vontade de responder à crise. O índice abaixo é calculado através da comparação entre buscas no Google baseadas em palavras-chave “de ação” (máscaras, desinfetante para as mãos, etc…) e em palavras-chave “de ansiedade” (sintomas do coronavírus, “o que é coronavírus”, etc…).

AÇÃO

ANSIEDADE

Fonte: Google Trends - Linha do Tempo: 20 de Janeiro a 03 de Março de 2020.

“LAVAR AS MÃOS” em alta na web

A busca online sobre medidas básicas de higiene, como lavar as mãos, se popularizou. A população está pesquisando sobre a maneira “certa” de lavar as mãos, uma vez que as medidas preventivas para diminuir a difusão do COVID-19 são consideradas pela maioria das autoridades de saúde como a forma mais efetiva de combatê-lo – ao menos enquanto não exista uma vacina contra o vírus.

Fonte: Google Trends

A ITÁLIA JÁ ESTÁ ADOTANDO SOLUÇÕES DE TRABALHO DIGITAL

As “ações” dos países europeus até agora têm se centrado principalmente no cancelamento de concertos e feiras de eventos. As empresas, no entanto, gradualmente começaram a pedir que seus funcionários trabalhem de casa: um primeiro esforço em direção ao distanciamento social e uma mudança de atividades para o mundo digital. Este fato também é evidentemente claro pelo volume de downloads de Apps na Itália, Alemanha, França, Espanha e Reino Unido. Sobretudo na Itália, atualmente o país europeu mais afetado pelo COVID-19, as soluções para trabalho e educação remotos estão nas posições mais altas do ranking.

FRANCE

1

Trivia.io

2

Slap Kings

3

The Seven Deadly Sins

4

TikTok

5

Slap that

6

McDo+

7

Easy Game – Brain test

8

Whatsapp

9

Brain out

10

Amazon Prime Video

11

Instagram

12

Telegram

GERMANY

1

Slap Kings

2

Whatsapp

3

Tiktok

4

Easy Game – Brain test

5

YouTube

6

Instagram

7

Google Maps

8

Ebay Kleinanzeigen

9

Slap That

10

Spotify

11

S-push TAN

12

Galileo

ITALY

1

Hangouts Meet

2

Slap Kings

3

Google Classroom

4

Brain Out

5

Easy Game – Brain test

6

TikTok

7

Tellonym: Honest Q&A

8

Parking Jam 3D

9

Gmail

10

Telegram

11

Woodturning 3D

12

Skype

SPAIN

1

McDonalds

2

Slap Kings

3

TikTok

4

Parking Jam

5

Whatsapp

6

Easy Game

7

Instagram

8

YouTube

9

Vinted

10

Gmail

11

Google Drive

12

Hunter Assassin

UK

1

Overtake

2

Slap Kings

3

TikTok

4

Chores!

5

Trivia.io

6

Whatsapp

7

Shredder Arcade

8

Watermarbling

9

Slap that

10

YouTube

11

Instagram

12

Facebook

Fonte: Similarweb Apple store downloads por mercado; 4 Março 2020

O INTERESSE DO CONSUMIDOR EM SMART WORKING e aprendizagem DIGITAL aumenta na itália

A Itália é o país europeu mais afetado pelo COVID-19 e por isso está tomando medidas para controlar a difusão do vírus. Escolas, jardins de infância e empresas foram fechados na Itália, o que levou a um grande interesse por entretenimento, educação e trabalho online ou em casa, bem como por creches para crianças cujos pais devem ir ao trabalho.

Fonte: Google Trends, 1 Janeiro – 3 Março 2020

A MUDANÇA EUROPÉIA PARA O MUNDO DIGITAL

Outras adaptações à nova situação também podem ser vistas no resto da Europa: o cancelamento de feiras de negócios levou a apresentações online para o lançamento de novos produtos e os jogos de futebol a portas fechadas podem ser vistos apenas pela televisão ou por transmissões ao vivo na web.

RESERVA DE ESTOQUE

ALTA DEMANDA PARA SUPERMERCADOS ONLINE

O supermercado online Ocado recebeu uma “demanda excepcionalmente alta” de pedidos de entrega no Reino Unido conforme os consumidores transferem suas compras para o mundo online. A empresa viu um aumento de pedidos particularmente grandes, com os slots de entrega preenchidos rapidamente e um aumentos de 6% nos níveis de estoque.

MARKETING

Lançamentos de produtos online

Por conta do cancelamento de conferências industriais e corporativas, muitas marcas tiveram que migrar os seus anúcios e marketing de lançamento de produtos para a internet. Um dos exemplos é o Sony Xperia 1ll, que deveria ter sido apresentado na, agora cancelada, feira MWC.

ESPORTE

EVENTOS ESPORTIVOS A PORTAS FECHADAS

Aos invés de serem adiados, muitos eventos esportivos estão sendo realizados a portas fechadas, ou seja, sem espectadores nos estádios e em outras instalações esportivas. Este é o caso, por exemplo, da Série A, o campeonato de futebol italiano – os fãs tem que se contentar com as transmissões ao vivo das partidas.

EDUCAÇÃO

#AESCOLAContinua

As empresas Cisco, Google e Weschool responderam à solicitação do governo italiano para ajudá-lo a continuar com as atividades educacionais em face ao fechamentos das escolas do país. Esta migração para ferramentas digitais pode ajudar a promover a digitalização das escolas italianas em geral.

UMA COMPARAÇÃO histÓrica

Apesar de existir um risco de recessão devido ao novo coronavirus, dados históricos sugerem que a economia global provavelmente será recuperada.

Epidemias anteriores, como o surto de SARS em 2002, a gripe de Hong Kong em 1968, a gripe Asiática em 1957 e a gripe Espanhola em 1918, levaram a um desenvolvimento da performance econônica em foma de “V”, com as taxas de crescimento annual absorvendo o real choque econômico.

Historicamente, momentos de crise deixam um legado estrutural para a economia global. O SARS, por exemplo, acelerou a introdução das compras on line na China – o que ajudou o Alibaba a se tornar a líder entre as empresas chinesa de compras online.

DA ContingÊnciA AO nOVO normal

1

SMART WORKING
& learning

Muitos funcionários estão sendo encorajados a trabalhar de casa – o que promove um maior desenvolvimentos de ambientes de trabalho inteligentes. Muitas empresas acreditam que este será o momento decisivo que fará do trabalho remoto a nova norma. A crescente organização das conferências virtuais também contribuirá bastante para estabelecer esta legitimidade. A China já está explorando o potencial da realidade aumentada (AR) na educação, focando em como encorajar a interação entre estudantes e professores.

2

RobÓtica
& TELE-medicinA

Telemedicina, robótica e tecnologias de câmera estão sendo utilizadas para tratar pacientes com coronavirus e limitar a exposição da equipe médica. Estes avanços proporcionaram um redução no tempo de espera dos pacientes, auxiliando a equipe de enfermaria em certas tarefas e melhorando as tecnologias de diagnóstico.

3

robÔs para entregas
& AUTOMAção

A empresa chinesa Meituan iniciou a testar seu serviço de entregas automatizada de refeições em Pequim. Uma entrega sem contato físico reduz o risco de infecções tanto para a equipe de entrega quanto para os consumidores. As empresas estão utilizando a crise atual para testar estas tecnologias e promover os benefícios de uma maior automatização aos consumidores.