Coronavírus: o inesperado catalisador da digitalização

Um relatório baseado em dados sobre as implicações do COVID-19 para a indústria de Telecomunicações

NOTAS PRELIMINARES

A Reply utiliza Dados e Analítica para obter insights sobre o desenvolvimento da pandemia de Coronavírus e seu impacto na sociedade, consumidores e indústrias. Utilizando Quentin, a ferramenta de Busca de Dados desenvolvida pela TD Reply, a qual agrupa dados do Google Trends e Google Ads, este relatório apresenta uma Análise do Impacto na Indústria do setor de Telecomunicações

Contate-nos para maiores informações

Este relatório não tem a menor intenção de desviar a atenção da enorme tragédia humana causada pelo surto do novo Coronavírus, que atualmente afeta centenas de milhares de pessoas em todo o mundo.

Em virtude da rápida evolução das circunstâncias, por favor observe que esta página reflete os dados coletados até 28 de Abril de 2020.

Contate-nos

Antes de preencher o cadastro, por favor, leia o Aviso de Privacidade, nos termos do art. 13 do Regulamento da UE n.º 679/2016

Entrada inválida
Entrada inválida
Entrada inválida
Entrada inválida
Entrada inválida
Entrada inválida
Entrada inválida

Privacy


Declaro que li a Política de Privacidade e autorizo o processamento de meus dados pessoais para fins de marketing pela Reply SpA, em particular para o envio de comunicações promocionais e comerciais ou para o informar sobre eventos corporativos ou webinars, com métodos de contato automatizados (ex.: SMS, MMS, fax, e-mail e aplicativos web) e tradicionais (Ex.: telefonemas com operadora e correio tradicional).

A INDÚSTRIA DE TELECOMUNICAÇÕES ANTES DO COVID-19

Mesmo antes da pandemia, as empresas de Telecomunicações (Telcos) enfrentavam muitos desafios em relação ao seus modelos de negócio. Com o uso de tecnologias inovadoras, surgem novas oportunidades no horizonte.

ESFORÇOS EM UM MERCADO SATURADO

Analisando o número de assinaturas para planos de conexão, o mercado de Telecomunicações parece estar saturado na Europa. O número de vendas estagnou-se, forçando os provedores a investir em novas fontes de renda (por exemplo, monetizando dados) e estratégias inovadoras de “combos” (convergência mídias-dados-voz, upgrade de planos, etc).

FALTA DE UMA VISÃO CENTRADA NO CONSUMIDOR

Enquanto outras indústrias (tais como as de vendas e serviços online) adotaram abordagens focadas no consumidor, por muito tempo as Telcos têm fracassado em gerar confiança em suas marcas. Elas sofrem com o descrédito em relação a tarifas de roaming, serviços ao consumidor inadequados e promessas não cumpridas de velocidades de conexão.

EXPECTATIVA PARA A REDE FUTURA

A rede está no centro da proposta de valor das Telcos. Conectividade e serviços digitais estão em alta e inovações baseadas em IA e tecnologia blockchain são avidamente aguardadas. A transição para fibra e 5G vai reforçar esta trajetória de inovação e trazer imensas oportunidades.

Associação Européia das Operadoras de Redes de Telecomunicação – Relatório econômico anual 2017. McKinsey Quarterly. ETNO: Europa 2030 – Uma ambição comum para liderança digital.

ANÁLISE DO IMPACTO A CURTO PRAZO

As lojas das Telcos foram obrigadas a fechar, resultando em uma queda nas vendas offline.

No entanto, as operadoras de Telecomunicações têm uma grande vantagem porque a maior parte de seu faturamento é gerada por clientes já existentes. Desde o surto de COVID-19, o interesse dos consumidores tem se direcionado ao acesso à internet fixa – mais especificamente aos serviços de banda larga, que aumentou imensamente nos países europeus.

Comparando-se ao impacto econômico generalizado, o setor de Telecomunicações tem permanecido estável durante a pandemia.

INTERESSE DOS CONSUMIDORES UE-5 EM DETERMINADAS INDÚSTRIAS

Dados obtidos a partir do Quentin, TD Reply’s Search Data tool, sobre o interesse dos consumidores nas indústrias mencionadas, em 5 mercados da UE (AL, ES, IT, FR e RU). 13ª a 16ª semanas de 2019 Vs. 13ª a 16ª semanas de 2020.

AS MARCAS TELCO MANTIVERAM SUA VISIBILIDADE

Devido à crise do Coronavírus, pôde-se notar um leve aumento no interesse do consumidor por Telecomunicações entre março e abril de 2020, quando comparados ao mesmo período do ano passado (13ª a 16ª semanas de 2019 Vs. 13ª a 16ª semanas de 2020).

INTERESSE DOS CONSUMIDORES UE-5 EM MARCAS DE TELECOMUNICAÇÕES

Dados obtidos a partir do Quentin, TD Reply’s Search Data tool, em 5 mercados da UE (AL, ES, IT, FR e RU). A taxa de crescimento compara: 13ª a 16ª semanas de 2019 Vs. 13ª a 16ª semanas de 2020.

MUDANÇAS NO INTERESSE DOS CONSUMIDORES EM RELAÇÃO ÀS MARCAS TELCO

+13%

+7%

+6%

±0%

-17%

Dados obtidos a partir do Quentin, TD Reply’s Search Data tool, em 5 mercados da UE (AL, ES, IT, FR e RU). A taxa de crescimento compara: 13ª a 16ª semanas de 2019 Vs. 13ª a 16ª semanas de 2020.

OS CONSUMIDORES ESTÃO PROCURANDO UMA MELHOR CONEXÃO DE INTERNET EM CASA

Serviços WI-FI, DSL e rede a cabo de repente se tornaram mais importantes para os consumidores.

O interesse dos consumidores por banda-larga a cabo ainda varia de acordo com cada mercado da UE, mas em média houve um aumento significante.

Dados obtidos a partir do Quentin, TD Reply’s Search Data tool, em 5 mercados da UE (AL, ES, IT, FR e RU). A taxa de crescimento compara: 13ª a 16ª semanas de 2019 Vs. 13ª a 16ª semanas de 2020.

ALGUNS PRECISAM PARA TRABALHAR, OUTROS, PARA SE DIVERTIR

Os provedores de Telecomunicações estão lidando com um aumento do tráfego de dados desde o inícios dos confinamentos globais. Muitos consumidores tem uma exigência em particular: compensar a perda do lazer externo através do entretenimento online, incluindo games e exercícios físicos.

Dados obtidos a partir do Quentin, TD Reply’s Search Data tool, em 5 mercados da UE (AL, ES, IT, FR e RU). A taxa de crescimento compara: 13ª a 16ª semanas de 2019 Vs. 13ª a 16ª semanas de 2020.

A CONSEQUÊNCIA DURADOURA: A DIGITALIZAÇÃO ACELERA

A rede está provando ser uma infraestrutura crítica. Imagine este período de confinamento e distanciamento social sem internet, sem uma network colaborativa, sem comunicação face a face remota. O que sobraria? Não muito.

Veja alguns exemplos de atividades que já estão preparando novas expansões digitais com impacto direto no mundo da Telecomunicações.

ESCOLAS A RECEBER INVESTIMENTOS PARA DIGITALIZAÇÃO

  • O governo italiano investirá 85 milhões de euros em aprendizagem à distância *.
  • Mais de 80 professores das escolas públicas do Reino Unido criaram uma plataforma de ensino online: a Oak National Academy *.
  • O governo alemão deverá investir 500 milhões de euros para apoiar a aprendizagem digital e subsidiar equipamentos para os alunos carentes *.

FUNCIONÁRIOS ESPERAM CONTINUAR COM O TRABALHO REMOTO

  • 82% dos funcionários de escritórios gostariam de continuar trabalhando de casa ao menos uma vez por semana depois da crise *.
  • 77% deles acredita que a produtividade não se alterou ou até melhorou com o trabalho remoto *.
  • 55% são capazes de executar melhor os trabalhos individuais em casa do que no escritório *.

EMPRESAS A INVESTIR EM INFRAESTRUTURA PARA MELHORAR AS VENDAS

  • No mundo todo, a busca por “online shop” aumentou em 77% desde 14/03, o que sugere que os revendedores tradicionais desejam implementar capacidades de comércio virtual em resposta à crise *.
  • Alguns exemplos da demanda por melhorias em infraestrutura: os provedores de VPN estão vendendo 4 vezes mais que o usual *; a busca global por “Microsoft Teams” aumentou em 650% desde 14/03 *.

Click on * to get to source.

ACCESSO À INTERNET NO TOPO DA AGENDA

O COVID-19 pressionou governos e organizações a discutir tópicos relacionado ao acesso à internet e a decidir medidas paliativas rapidamente.

A Comissão Européia quer garantir que todos os estados membros tenham 5G implementado até 2020. Além disso, a atenção em e-health, educação digital, e-governo, intercâmbio de dados e banda larga devem estar em ascensão.

O governo francês instalou mais antenas de conexão durante o lockdown do COVID-19. Isto foi feito para garantir uma cobertura mais ampla de linhas de telefone, Bluetooth, WI-FI e 3G/4G para todas as pessoas confinadas em casa.

O governo britânico já chegou a um acordo com os provedores de internet, que prevê planos de dados generosos e ligações grátis para ajudar as pessoas em risco durante o confinamento.

TIM & Google Cloud estão investindo em cloud e edge computing em toda a Itália. O objetivo é ajudar as empresas italianas a implementar antecipadamente as tecnologias IA e 5G e com isso permitir uma recuperação mais rápida.

COM UM GRANDE PODER VEM UMA GRANDE RESPONSIBILIDADE

Se a internet e a conectividade são uma necessidade para o mundo pós COVID-19, os provedores de Telecomunicações e os governos tem uma responsabilidade compartilhada de garantir que as pessoas mais vulneráveis tenham em mãos as ferramentas necessárias.

BANDA LARGA GRÁTIS PARA APOIAR A EDUCAÇÃO

Chorus, a maior empresa Telco da Nova Zelândia, fornece banda larga grátis para 50 mil lares, apoiando a educação em casa durante o lockdown do COVID-19. Esta iniciativa teve o apoio do Ministério da Educação local.

HOTSPOTS GRÁTIS & ISENÇÃO DE MULTA POR ATRASO

14.1% das crianças americanas em idade escolar não têm acesso à internet para a aprendizagem online. AT&T, Verizon e CenturyLink firmaram a promessa de “manter a América conectada”, liberando o uso gratuito de hotspots de WI-FI e eliminado as multas por atraso no pagamento de tarifas.

LAPTOPS & TABLETS PARA CRIANÇAS VULNERÁVEIS

SFA é uma das maiores Telcos na França. A sua fundação está dirigindo doações de laptops e tablets para crianças menos favorecidas a fim de mantê-las conectadas às aulas online durante e após o COVID-19.

OUTRAS INDUSTRIAS DEPENDEM DA EXPANSÃO DAS TELCOS

Devido à crise pandêmica, as indústrias já experimentaram muitas mudanças: um aumento na necessidade de monitoramento remoto, maior aceitação de soluções inteligentes para pagamentos, a necessidade de investimentos em assistência médica inteligente e uma demanda por soluções de Indústria 4.0. É muito provável que estas implicações permaneçam, reafirmando as expectativas em uma rede mais ampla, veloz e moderna.

POTENCIAL DO MERCADO IOT

UMA NOVA ERA DE ASSISTÊNCIA MÉDICA INTELIGENTE

O COVID-19 está motivando o desenvolvimento de “wearables” para monitoramento da saúde a fim de facilitar o rastreamento de sintomas precoces entre a população. Estas tecnologias devem avançar ainda mais com a introdução do 5G, conduzindo a uma nova era de IOMT (Internet das Coisas Médicas).

O POTENCIAL DA INDÚSTRIA 4.0

Considerando a interrupção global das cadeias de suprimentos e o encerramento da produção devido ao distanciamento social, a Indústria 4.0 e o processo de automação robótica poderiam ser um investimento lucrativo para as empresas – um modo de evitar a paralização da produção e permitir o monitoramento remoto.

Os potenciais caminhos para que países e negócios superem a crise são pavimentados com tecnologias que dependem de conexões de banda larga hipervelozes. O crescimento das Telcos e de suas infraestruturas de ponta influencia diretamente outras indústrias e a implementação de novas soluções, tais como IoT, IA, Cloud, Monitoramento, Experiências Imersivas, Espaços Inteligentes, Crowd Computing, entre outros.