Block Mirror

Block Mirror

The Potential of Blockchain
in the Smart City of Tomorrow

Tommy Jamet & Gautier Hartzer

EPISÓDIO 4 - A TRAGÉDIA DOS COMUNS

No último episódio, vimos como a Blockchain pode ajudar um mundo pós-nacionalista a se tornar um mundo novo, onde o Capitalismo Consciente pode finalmente prosperar graças à transparência no gerenciamento da cadeia de suprimentos. Se você não leu, pode ler aqui.

Neste episódio, vamos explorar o novo mundo em um colapso financeiro pós-2034 que vê o fim do dólar como a moeda de reserva mundial e a ascensão do BitDollar - a moeda global oficial, que representa o PIB global acumulado.

Nesse novo mundo, os impostos globais são pagos instantaneamente e a descentralização incentiva a redistribuição da riqueza de maneira justa, sem remover os incentivos empresariais e a criatividade.

Economia e política são como presunto e queijo, queijo e vinho, ou queijo e macarrão, ou seja, eles sempre andam juntos.

É ingênuo buscar mudanças políticas sem antes entender a economia. Você precisa entender como o mundo funciona, se você quiser mudá-lo para melhor. E o fato é que é senso comum que os líderes políticos sejam reeleitos se governarem uma economia em expansão.

Então, como resolvemos grandes problemas mundiais, como a crise climática, quando os interesses econômicos são motivadores humanos tão poderosos?

Um grande desafio para enfrentar a crise climática é algo que, na teoria econômica, é chamado de “Tragédia dos Comuns”.


“A tragédia dos bens comuns é uma situação na qual um sistema de recursos compartilhados, onde cada usuário agindo independentemente, de acordo com seus próprios interesses, se comporta de maneira contrária ao bem comum de todos, esgotando ou estragando o recurso compartilhado por meio de sua ação coletiva”.

Um exemplo é quando se trata de ajudar o meio ambiente. Como os EUA irão parar de queimar combustíveis fósseis quando isso dá uma vantagem competitiva econômica à China?

Essa é a tragédia dos comuns em ação. A crise climática exige cooperação global, caso contrário, indivíduos e países correm o risco de pagar o preço da benevolência com pouco resultado positivo para o meio ambiente.

Mas e se a combinação da tecnologia moderna e um colossal colapso financeiro forem a cura contra essa doença climática fatal?

É 2034 e, após a década dos governos nacionalistas, o crescimento, a inovação e a liberdade de movimento despencaram. Um colapso financeiro devastador significa que o dólar americano não é mais a moeda de reserva do mundo.

A popularidade da blockchain e o movimento Cidadãos do Mundo acarretaram na ampla adoção de uma nova moeda digital - o BitDollar. Tamanha é a popularidade dessa moeda digital, que os governos de todo o mundo concordaram sobre a necessidade de unir forças sob uma moeda global.

Assim, o BitDollar substitui o dólar americano como reserva mundial.

Com todas as transações agora registradas na Blockchain, os relatórios financeiros são imediatos e as empresas passam a cumprir a Lei da Transparência. Da mesma forma, o dinheiro dos impostos globais é auditável ao vivo. As práticas comerciais corruptas não têm mais nenhum incentivo.

A Inteligência Artificial Global aloca recursos com base no que considera "a mais alta prioridade da terra" e nas decisões aplicadas, por meio de contratos inteligentes.

Por fim, cada país toma decisões para o bem de todos e a Tragédia dos Comuns não impede mais o progresso.

No entanto, o progresso não é simples.

No início, houve grandes falhas no sistema quando o software de IA não priorizou a santidade da vida humana e iniciou um plano para eliminar metade da população global para preservação planetária. Uma solução alternativa tinha que ser encontrada.

Os advogados de criptografia tiveram que trabalhar rapidamente junto aos desenvolvedores de IA para criar melhores sistemas e contratos inteligentes para evitar o genocídio sistêmico.

Agora, uma economia global sem corrupção, torna o mundo mais rico. Empresas com práticas éticas admiráveis são recompensadas e o desperdício é reduzido com menores gastos em órgãos reguladores e policiamento financeiro. Menos se perde com fraudes financeiras e o aumento da prosperidade leva a um aumento de pequenas doações para qualquer pessoa com uma ideia de negócio.

Graças a contratos inteligentes, um novo negócio financiado paga automaticamente o subsídio, mais juros, apenas se for bem-sucedido. Todo o potencial humano de inovação e criatividade são liberados, quando qualquer pessoa com uma ideia pode ser livre para financiar seus pequenos negócios sem risco de perda.

Isso iguala o acesso à oportunidade, reduz o risco de perda e acelera a prosperidade das classes baixa e média.

Quando o financiamento é transparente e global, e a corrupção e a fraude não são mais lucrativas, o mundo se torna mais rico como um todo.

Essa redução no desperdício financeiro associada à digitalização da moeda de reserva mundial libera os fundos para emancipar o potencial humano inexplorado em todos os setores da escada socioeconômica, o que é conhecido como a idade da máxima igualdade de oportunidades.

Até a próxima,
Tommy Jamet & Gautier Hartzer

Soluções da Reply Blockchain


CONTATTACI

Antes de preencher o cadastro, por favor, leia o Aviso de Privacidade, nos termos do art. 13 do Regulamento da UE n.º 679/2016

Entrada inválida
Entrada inválida
Entrada inválida
Entrada inválida
Entrada inválida
Entrada inválida
Entrada inválida

Privacy


Declaro que li a Política de Privacidade e autorizo o processamento de meus dados pessoais para fins de marketing pela Reply SpA, em particular para o envio de comunicações promocionais e comerciais ou para o informar sobre eventos corporativos ou webinars, com métodos de contato automatizados (ex.: SMS, MMS, fax, e-mail e aplicativos web) e tradicionais (Ex.: telefonemas com operadora e correio tradicional).